A carregar

Gratidão a toda a equipa

Gratidão a toda a equipa

Texto Vânia Guerreiro

Fotografia Luis Viegas

Em seis semanas a fábrica de Palmela reorganizou hábitos e rotinas de mais de 5.600 colaboradores e parceiros. Fez-se com a prioridade de vencer o medo e ganhar confiança. Foi isso que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o Primeiro-Ministro, António Costa, e o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, puderam validar durante a visita com que nos honraram em maio.

4 min. leitura

Texto Vânia Guerreiro

Fotografia Luis Viegas

Em seis semanas a fábrica de Palmela reorganizou hábitos e rotinas de mais de 5.600 colaboradores e parceiros. Fez-se com a prioridade de vencer o medo e ganhar confiança. Foi isso que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o Primeiro-Ministro, António Costa, e o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, puderam validar durante a visita com que nos honraram em maio.

  1. Gratidão a toda a equipa

A

o longo da visita foram destacados os vários procedimentos de sáude e segurança que foram introduzidos e que permitiram retomar a atividade. A visita incluiu a passagem pela cantina central, onde para além de se dar a conhecer a transformação do espaço, foi possivel um contacto mais direto com a equipa. Na sua intervenção final, o Primeiro-Ministro, António Costa ainda lançou o desafio de, numa próxima visita, em conjunto com o Presidente da República partilhar uma refeição com os colaboradores.

>

Hoje, eu e o Presidente da República regressámos num momento muito difícil e em que foi possível verificar que, numa grande unidade industrial como esta é possível regressarmos ao trabalho em segurança, apesar de continuarmos a viver no quadro de uma pandemia.

António Costa
Primeiro-Ministro

>

Após a suspensão da produção no dia 16 de março, iniciámos um plano de medidas muito detalhado para esta nova realidade, que todos os dias continuamos a melhorar de acordo com o feedback dos nossos colaboradores, quer dos nossos parceiros e fornecedores, porque a saúde e a segurança de todos é o mais importante.

Miguel Sanches
Diretor-geral

Agradecemos à trabalhadoras e trabalhadores da Autoeuropa, (…) aquilo que fizeram para se adaptarem a este desafio comum e (…) a todos os que estão a trabalhar por todo o país, sem medo, sem angústia, sem ansiedade (…) nós confiamos em Portugal e nos portugueses.

Marcelo Rebelo de Sousa
Presidente da República